Museu da Carris

Núcleo 1

Enviar este conteúdo

Os seus dados:

 

Destinatário(s):

Caso pretenda, junte também uma mensagem:

NÚCLEO I

O primeiro núcleo apresenta a evolução histórica da CARRIS e do METROPOLITANO DE LISBOA através de documentos e objetos de pequeno porte. 

A visita inicia-se com cinco salas dispostas cronologicamente, permitindo ao visitante uma viagem no tempo, iniciada com a constituição da empresa e a tração animal, prosseguida com o aparecimento dos ascensores e a adoção da tração elétrica e finalizada com o percurso seguido ao longo do século XX e início do século XXI pela CARRIS e pelo METRO. Ainda neste núcleo poderá visitar a reconstituição de uma área administrativa e de saúde e, finalmente, uma sala dedicada à Banda de Música dos Empregados da C.C.F.L.

Na primeira sala, dedicada à fundação da CARRIS e à tração animal, poderá apreciar inúmeros documentos e livros históricos. Destacamos as fotografias e breves biografias dos seus fundadores, os irmãos Cordeiro de Sousa, e as fotografias dos primeiros ‘americanos’ a circular em Lisboa.

Na segunda sala, dedicada aos Ascensores do Lavra, Glória e Bica, e ao Elevador de Santa Justa, tem especial interesse a miniatura de ascensor, modelo idealizado e construído em 1892. Destacam-se igualmente artigos de imprensa de época, relatando a inauguração dos diversos ascensores e elevador.

A terceira sala, dedicada à eletrificação da rede de transportes da CARRIS, podem ser observados vários documentos históricos e diversas peças ligadas às obras de modernização da rede, planeada já no final do século XIX e levada a cabo nos primeiros anos do século XX. Todo este espólio ilustra bem o espírito inovador e o engenho empreendedor da CARRIS, que foi basilar na evolução dos transportes públicos até à forma como hoje os conhecemos.

Na quarta sala estão expostos numerosos objetos e documentos representativos da evolução da CARRIS, das suas viaturas e da sua rede ao longo de todo o século XX e início do século XXI. Uma observação atenta dos mais variados artigos, desde uniformes e instrumentos de trabalho da época, até aos mapas das redes de elétricos e autocarros da CARRIS, permite apreciar a evolução desta empresa de transportes públicos que, sendo centenária, prima pela constante modernização e pela melhoria da qualidade e eficácia dos serviços que oferece aos seus clientes. Estão também expostas nesta sala diversas peças que retratam a fundação e o desenvolvimento do METROPOLITANO DE LISBOA.

A quinta sala é dedicada à Banda de Música dos Empregados da CARRIS, que em 2014 atingirá 85 anos de existência. Fazem parte desta exposição um conjunto de instrumentos que estiveram ao serviço da Banda da CARRIS durante o século XX que, em conjunto, pretendem dar a conhecer ao público em geral, um pouco do seu quotidiano.

Área Administrativa
Imprescindível ao funcionamento da CARRIS, a área administrativa, cujo ambiente aqui é recriado, conta com peças de mobiliário e equipamentos de escritórios originários da primeira metade do século XX.

Serviço Saúde
Recriação de um posto médico de meados do século XX, com utensílios utilizados no Posto Médico da Estação de Santo Amaro.

No final do primeiro núcleo, podemos observar ainda uma cronologia ilustrada com as datas mais marcantes da história da CARRIS e do METROPOLITANO DE LISBOA.