Museu da Carris

Peça do mês | Sinos da Estação de Santo Amaro e das Amoreiras

Enviar este conteúdo

Os seus dados:

 

Destinatário(s):

Caso pretenda, junte também uma mensagem:

2018-03-07

março

Aumentar Peça do mês | Sinos da Estação de Santo Amaro e das Amoreiras
Sinos da Estação de Santo Amaro e das Amoreiras

Os sinos das estações de elétricos serviam para anunciar ao pessoal oficinal o inicio e fim dos períodos de serviço S. D.
Os dois sinos são de bronze e madeira pintada a verde. O maior pertencia à Estação de Santo Amaro e possui cunho marcando a autoria de José de Oliveira realizado em 1909.

1874 - Estação de Santo Amaro
Em terrenos da velha “Quinta do Saldanha”, ao Calvário, nasce a Estação de Santo Amaro onde é iniciada a construção de cavalariças, cocheiras, oficinas e celeiros. No final deste primeiro ano de exploração, a Companhia dispunha de 29 500 metros de linha assente, 54 carros em circulação e 421 cabeças de gado.
Imagem 1 - Fotografia do Sino no Carbarn de Santo Amaro.

1937 - Estação das Amoreiras
Num terreno que adquiriu três anos antes, é iniciada a construção da Estação das Amoreiras, destinada ao serviço de carros elétricos. Dez anos passados, as instalações são ampliadas com a edificação da estação de serviço para autocarros.


< voltar