Museu da Carris

Peça do mês | Autocarro n.º 301

Enviar este conteúdo

Os seus dados:

 

Destinatário(s):

Caso pretenda, junte também uma mensagem:

2016-10-01

Peça do mês de outubro

Aumentar Peça do mês | Autocarro n.º 301
No ano de 1947 surgem nas ruas de Lisboa dois autocarros de dois pisos. A novidade provocou admiração e também algum receio por parte dos habitantes da cidade. Foram conferidos a estes veículos os números 201 e 202. Eram, naturalmente, de fabrico inglês e da marca Leyland, do modelo Titan e tinham lotação completa de 56 passageiros, todos sentados.
O autocarro de dois pisos, atualmente em desuso, foi um produto tipicamente inglês. Na verdade, a sua popularização ficou-se a dever ao facto de poder oferecer bastantes lugares sentados, ocupando um espaço de via igual ao carro de um só piso. Todavia, tornou-se, em certa medida, um veículo ultrapassado, não só por possuir uma velocidade comercial baixa como por ser menos confortável que outros da sua classe.
Em 1949 entram ao serviço mais 18 autocarros de dois pisos, todos da marca A.E.C., modelo Regal Mark III. Em 1952, novos autocarros de dois pisos entram em circulação, como é o caso do autocarro nº 217, que só foi retirado de circulação em 1982. O autocarro nº 301 entrou ao serviço em 1 de outubro de 1957 e ostenta, o esquema cromático que possuía na altura em que entrou ao serviço.
O ano de 1958 assinala o aparecimento, nas ruas de Lisboa, de novos autocarros de dois pisos, mas equipados com porta automática. A referida porta, situada no lado direito, junto ao rodado da frente, permitia ao observador mais desatento distinguir facilmente estes novos autocarros dos seus antecessores, nos quais o movimento de passageiros se efetuava por uma plataforma aberta, na retaguarda.
Com entrada ao serviço, a partir de Janeiro de 1967, os autocarros de dois pisos da série 800 (nºs 801 a 855), foram os únicos dois pisos com motor instalado na retaguarda. Os últimos autocarros desta série foram retirados de circulação em 1995, tendo então, definitivamente, desaparecido o autocarro de dois pisos na cidade de Lisboa.

< voltar